FacebookPixel
Notícias
O que deve saber sobre o mercado imobiliário
Notícias
Voltar \ Mercado Imobiliário em Números: Barómetro Mensal de Março

Mercado Imobiliário em Números: Barómetro Mensal de Março

22 abr 2020
Mercado Imobiliário em Números: Barómetro Mensal de Março
A presente análise compara a evolução os preços médios com base nos preços anunciados no Imovirtual do segmento venda e arrendamento de apartamentos e moradias entre Março de 2020 com o período homologo do ano anterior, bem como, de Fevereiro a Março de 2020.

Análise comparativa de Março de 2019 com Março de 2020


Venda | Apartamentos e Moradias
 

Em Portugal, o preço médio de venda anunciado subiu de 316.629€ em Março de 2019 para 354.757€ no mesmo período de 2020, demonstrando um crescimento percentual de 12%. 

Os preços médios anunciados tem vindo a aumentar desde Setembro de 2019 até ao momento, no entanto em Março de 2020 houve uma desaceleração nesse crescimento.

Évora e Setúbal foram os distritos com maior crescimento no preço médio anunciado para venda (21%). Évora registou um aumento de 177.814 € em Março do ano anterior para 215.045€ no mesmo período de 2020, enquanto Setúbal aumentou  de 243.869 € para 294.817€. No entanto, não se encontram entre os distritos mais caros para se viver.

Lisboa, Faro e a região autónoma da Madeira foram os distritos com o preço médio de venda mais elevado, 573.021€, 454.030€ e 338,559€ respetivamente. Por outro lado, Castelo Branco (119.947€), Beja (130.719€) e Guarda (132.731€) são os distritos com os preços mais baixos.

Lisboa é o distrito mais caro para comprar um imóvel em Portugal, tendo atingido no mês de Março o preço médio anunciado mais alto face ao período compreendido entre Março de 2019 e Março de 2020.

O distrito que apresentou a maior queda percentual do preço médio anunciado para venda foi o de Portalegre que registou uma redução de 12%.

 

Arrendamento | Apartamentos e Moradias

Se analisarmos o preço médio anunciado em relação à 2019, diminuiu 8% : em março de 2020 é 1.349€ contra 1.243€ em março 2019.

Já desde o início do ano 2020 constatou-se uma tendência gradual crescente ao nível dos preços médios para arrendar um imóvel, com especial incidência no mês de Março. 

O distrito que apresentou o maior crescimento médio de preços anunciado no que diz respeito ao arrendamento foi o de Portalegre com 26%, no entanto não é um dos distritos mais caros para arrendar um imóvel em Portugal (390 €).

Lisboa, Porto e a região autónoma da Madeira  foram os distritos com o preço médio de arrendamento mais elevado, 1.595€, 1.156€ e 919€, respetivamente. Os distritos com o preço médio de arrendamento mais baixo anunciado foram a Guarda, Castelo Branco e Portalegre 366€, 387€ e 390€.

Faro e Bragança apresentaram a maior descida percentual em termos de rendas no período avaliado, marcando uma queda de 26% (868€) e 22% (393€), respetivamente.

 

Evolução de Fevereiro para Março de 2020

 

Em Portugal o preço médio anunciado de Venda de imóveis aumentou 2% de Fevereiro para Março de 2020, passando de 348.129€ para 354.757€ respectivamente. Quanto ao preço médio anunciado dos imóveis arrendados, verificou-se também um aumento percentual de 3%, passando de 1.205€ para 1.243€.

Venda | Apartamentos e Moradias

Comparando os preços médios anunciados no segmento de venda no Imovirtual entre Fevereiro e Março do ano corrente, os distritos com maior crescimento percentual são Portalegre 5,4% e Porto 3,25%. Por outro lado, os distritos que apresentaram a maior descida percentual foram Bragança (-)2,46%, Beja (-)1,6% e Guarda(-)1,5%. 

 

Arrendamento | Apartamentos e Moradias

 No que respeita ao arrendamento, verifica-se que Portalegre foi o distrito com maior crescimento percentual (8,8%) no período analisado. Tal como Portalegre, Viana do Castelo apresentou um aumento percentual significativo com 7,2%. À semelhança dos valores anunciados ao nível do preço médio de vendas, Bragança e Beja também apresentaram um decréscimo percentual de (-)12,5% e (-)9% no segmento de arrendamento.

À excepção de Bragança, Beja, Guarda e Santarém, todos os distritos sofreram um aumento do preço médio de venda anunciado no Portal.

Fonte: Imovirtual

Para visualizar todos os nossos imóveis:

https://asimobiliaria.imovirtual.com/

 

 

Veja Também